Unimed Catanduva: incentivo à leitura melhora produtividade de colaboradores
01/10/2018 09:09 em Novo Horizonte

Quinzenalmente equipes de atendimento são desafiadas a realizar leituras que ampliam a visão em situações do trabalho e pessoal

 

A Unimed Catanduva, por meio de iniciativa do Departamento de Relacionamento com o Cliente (RCC), adotou o projeto “Cumbuca” – que tem como meta aprimorar e desenvolver as competências de seus colaboradores por meio da leitura.

 

O Cumbuca foi iniciado há cinco meses com as equipes do RCC e recepções que realizam atendimento direto com o beneficiário sobre a liderança da gerente de Relacionamento Coorporativo da Unimed Catanduva, Rosangêla Aparecida Gisse Pinto, e a psicóloga Thaila Barca. “Analisamos as competências que necessitam ser desenvolvidas e escolhemos livros que tratam do tema”, explicou a gerente.

 

Para Thaila, a troca de conhecimentos é motivadora e agregadora. “ Como diria Paulo Freire, patrono da educação brasileira: - “Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre. Por isso, o desenvolvimento contínuo é tão importante”.

 

O primeiro exemplar discutido com as equipes foi “Qual é a sua Obra? ”, de Mário Sérgio Cortella, que aborda inquietações propositivas sobre Gestão, Liderança e Ética. No momento, a equipe estuda “Quem mexeu no meu queijo?”, de Spencer Johnson, que fala do comodismo e do medo de mudanças, o que exige tomada de decisão.

 

Rosangela aponta que já é possível observar a melhora dos participantes na compreensão de textos e o enriquecimento do vocabulário. “Os temas abordados têm chamado a atenção e os resultados já aparecem”, destacou.

 

Como é desenvolvido?

Os encontros são quinzenais, no último horário da jornada de trabalho. Um capítulo do livro é distribuído a cada 15 dias para que todas as colaboradoras façam a leitura em casa. No dia da reunião, os nomes das participantes são colocados em uma cumbuca – daí o nome do projeto -, para sorteio de quem vai apresentar sua compreensão sobre a leitura do capítulo e, após apresentação da sorteada, todos debatem sobre o conteúdo abordado. No final do encontro, um novo capítulo é disponibilizado para ser lido e discutido no próximo encontro. “Caso a colaboradora sorteada não tenha feito a leitura do capítulo, a reunião não prossegue e o mesmo capítulo fica para a próxima reunião, o que reforça o compromisso do grupo”.

 

Visão do colaborador

“Relacionar a leitura com a realidade da cooperativa é fundamental, é uma forma de capacitação dos colaboradores, além de ganhar conhecimento com a leitura. A abertura de espaço para colocarmos nosso ponto de vista sobre a cooperativa e com o convívio com os colaboradores favorece melhoria no trabalho em equipe, ” – recepcionista Angélica Tonon.

 

“Estou achando bem interessante ter esta oportunidade. Neste método, me vejo com o compromisso de ler, sem a obrigação, acabaria deixando a leitura de lado. Percebo que o projeto desperta até o hábito à leitura e este hábito torna o indivíduo com melhor forma de expressão e comunicação” –, Adriana Rascazzi, analista de Relacionamento com Cliente.

 

“Já estamos no final do segundo livro, e tem sido bem gostoso participar. Eu não tinha hábito de ler, mas com a iniciativa do projeto me incentivou ao gosto pela leitura, além de também eliminar nossa timidez e ajudar a melhor nos relacionar” – Roberta Cristina da Silva, assistente de Relacionamento com o cliente.

Por: Assessoria de Comunicação Unimed Catanduva

 

 

 

COMENTÁRIOS