Polícia Militar de Novo Horizonte recupera moto furtada em Borborema
07/02/2019 14:34 em Novo Horizonte

Da Redação: Por Kall Rigamonti

Policiais Militares da 2ª Cia de Novo Horizonte, em patrulhamento pela Rua Tabatinga, cruzamento com a Rua Borborema, no Jd Santa Clara, durante a madrugada desta quinta-feira (07/02), avistaram e abordaram um indivíduo em atitude suspeita.

Durante a abordagem ao ser efetuado revista pessoal, os policiais encontraram com indivíduo, uma chave de uma moto. Questionado se estava na posse de alguma motocicleta, inicialmente, teria negado, porém, ao realizarem buscas nas imediações, os policiais localizaram uma motocicleta, marca Honda CG 150 Fan, ano 2010, cor preta, sendo que o veículo ostentava placa do município de Borborema.

Ao ser testada a chave para dar partida na moto, o que ocorreu, ou seja a moto funcionou, foi quando o abordado confessou tê-la furtado, em uma residência, na cidade de Borborema, e que não teria agido sozinho, porém negou identificar o comparsa.

Os policiais militares, após efetuarem contato com policiais de Borborema, conseguiram contato com a vítima, sendo que esta confirmou ser a proprietária do veículo, esclarecendo tê-la deixado na garagem de sua casa, com a chave na ignição.

Após receber voz de prisão, dada pelos militares, E.F.O., 37 anos de idade, morador de Borborema, foi conduzido ao Plantão da Polícia Civil de Novo Horizonte, onde o delegado de plantão, Dr. Leonel Ap. Siqueira, após ter conhecimento dos fatos, entendeu por autuá-lo pelo crime de furto qualificado, e por se tratar de crime inafiançável, foi encaminhado à Cadeia Pública local, onde permaneceria até sua audiência de custódia.

O veículo foi entregue à vítima, que compareceu ao plantão.

E durante o dia desta quinta-feira (07/02), Policiais Militares da 2ª Cia de Novo Horizonte, que estavam de serviço, conseguiram a localização do outro indivíduo, suspeito de ter participado do furto da motocicleta ocorrido por Borborema.

Sendo o mesmo que é morador de Novo Horizonte, conduzido à Central de Polícia Judiciária, para as devidas providências.

Foto: Cedida por André Sachetti

COMENTÁRIOS