Polícia Militar prende ladrões e recupera jóias roubadas em relojoaria em Novo Horizonte
03/05/2019 17:56 em Novo Horizonte

Da Redação: Por Kall Rigamonti

Policiais Militares da área da 2ª Cia de Novo Horizonte, Policiais Militares de Catanduva e Policiais Militares da Força Tática lograram êxito em recuperar as joias que haviam sido roubadas de uma relojoaria na área central de Novo Horizonte, no início da tarde terça-feira (30).

Durante a ação foram apreendidas duas réplicas de arma de fogo, sendo tipo revolver e pistola e ainda os policiais lograram êxito em localizar e prender três indivíduos suspeitos do roubo e apreender uma adolescente.

Dois indivíduos armados teriam adentrado e efetuado o roubo, enquanto um outro comparsa teria ficado no veículo, um Honda Civic, na cor preta. 
De acordo com as informações os bandidos teriam levado mostruários de jóias, com valores estimado em torno de 25 mil reais. Após o roubo, os indivíduos fugiram tomando sentido cidade de Urupês.

Ainda durante a ação, a Polícia Militar contou com a participação do Helicóptero Águia na procura pelos suspeitos.

O veículo que teria sido utilizado pelo trio, foi localizado em meio a uma plantação de seringueira no município de Urupês.

Os indivíduos, suspeitos de terem participado do roubo, foram sendo localizado um a um. O primeiro foi detido na cidade de Catanduva horas depois do fato, sendo então o mesmo conduzido para delegacia de Novo Horizonte. Horas depois, um segundo suspeito, foi localizado numa residência no município de Urupês, sendo o mesmo também conduzido à delegacia de Novo Horizonte.

Durante o registro da ocorrência, os policiais teriam conseguido a identificação e localização do terceiro suspeito, este, estaria pela cidade de Catanduva. Também fora levado para a delegacia de Novo Horizonte.

Além dos três suspeitos, uma adolescente também foi conduzida, esta, suspeita de participação. Pois a adolescente, segundo as informações, teria ido até a relojoaria e pedido para ver os mostruários das jóias. Onde teria permanecido por alguns minutos, até a chegada dos indivíduos.

Pelo Plantão da Polícia Civil, o delegado Dr Luiz Fernando Calmon Ribeiro, após cientificar-se dos fatos, entendeu por formalizar a prisão dos três homens e a apreensão da adolescente.

Os três foram encaminhados para Cadeia Pública de Novo Horizonte e a adolescente levada para DIG de São José do Rio Preto.

Durante a audiência de custódia, os três homens tiveram suas prisões em flagrante convertida em prisão preventiva, permanecendo presos. A adolescente também teria permanecido apreendida.

COMENTÁRIOS