Em menos de 24 horas duas pessoas são presas acusadas de furto em Novo Horizonte
17/05/2019 11:02 em Novo Horizonte

Da Redação: Por Kall Rigamonti

Dois homens, sendo um de 49 anos e outro de 23 anos de idade, foram presos em Novo Horizonte, acusados de praticarem furto em estabelecimentos comerciais, isso em menos de 24 horas.

O primeiro fato ocorreu no início da tarde de quinta-feira (16/05), em uma loja de produtos diversos, localizada na Av Domingos Baraldo, Jd Santa Clara. Onde o indivíduo, teria adentrado ao estabelecimento, e subtraído vários produtos como facas, suporte para cartão de memória, cabo para celulares, dentre outros produtos, evadindo-se logo que fora notado por um funcionário do estabelecimento. Indivíduo localizado e abordado por Policiais Militares, pelo Jd Santa Clara; com ele uma sacola com a res furtiva.

O indivíduo foi conduzido à Central de Polícia Judiciária, onde o delegado de plantão, após tomar ciência dos fatos, entendeu por autuá-lo pelo crime de furto, determinando que o recolhesse à Cadeia Pública local, onde permaneceria à disposição da justiça.

 

O segundo furto, ocorreu na madrugada desta sexta-feira (17/05), ou seja, em menos de 24 horas do outro furto.

Policiais Militares da 2ª Cia de Novo Horizonte, durante patrulhamento pela área central do município, se depararam com um indivíduo em atitude suspeita, levando consigo uma mochila, sendo o mesmo abordado. Durante abordagem, verificou-se que no interior da mochila havia várias bebidas. Indagado sobre a procedência, o indivíduo acabou dizendo aos policiais ter furtado da loja de conveniência do posto de combustível no centro da cidade. E que para furtar os produtos teria arrombado uma das janelas.

Diante das circunstâncias flagranciais, foi dada voz de prisão ao indivíduo, sendo conduzido ao Plantão da Polícia Civil, onde o delegado entendeu por formalizar a voz de prisão emanada pelos militares em desfavor do conduzido, pelo crime de furto, determinando que o recolhesse à Cadeia Pública local, onde permaneceria à disposição da justiça.

 

Fotos: PM

COMENTÁRIOS